CLUBE DE CAÇA E TIRO DE S. PAULO

A ideia que norteou o projeto desde a implantação foram as visuais e a relação do usuário com o entorno. A construção se situa num platô no topo de um morro, rodeado pela mata atlântica, e assim busca, externamente a simplicidade de uma casa de campo, que facilmente se integra à paisagem, e internamente privilegia as visuais, a relação entre a mata e o céu, que é valorizada por grandes vãos envidraçados e pelas varandas abertas e sombreadas.

O projeto da nova sede do clube  valoriza as áreas de estar e buscam o conforto e o convívio dos sócios. O grande salão, com pé direito duplo, foi divido pela lareira, elemento central que valoriza uma proposta mais intimista, ao mesmo tempo em que integra as salas de estar ao restaurante.

A busca pelo conforto nas altas temperaturas do verão e no frio e vento do inverno foi preocupação constante deste projeto. A escolha da implantação e o uso de ventilação cruzada, com janelas sombreadas ora pelas varandas, ora por brises, em conjunto com o revestimento em pedra das fachadas, com propriedade de isolante térmico, conferem o conforto desejado.

O projeto de interiores valoriza o  diálogo entre a arquitetura e o decor, que valoriza o mobiliário brasileiro, com peças de Sergio Rodrigues, Carlos Motta e Jader Almeida, o projeto privilegia o uso da madeira, do couro e da palha dos móveis e a rusticidade do cimento, do aço corten e da pedra bruta da construção, emoldurados pelo verde da mata que os envolvem como num cenário.

Área: 665m².

Ano: 2011projeto/2012 obra.

Objetivo: criar uma nova sede, privilegiando os espaços de estar e restaurante.

Fotos: Luana Fischer